terça-feira, 1 de julho de 2008

Mergulho

Mergulho

COMPOSIÇÃO: André Luis R. Soares

O mar é aquilo que vivo,
ora indo, ora vindo,
ora maré alta, ora maré baixa.
O mar traz coisas ocultas,em forma de lembranças,
esconde as pegadas, esconde a dor do breu.
Um mergulho no escuro,em busca do desconhecido,
um mergulho para lavar a mente.
Quem sabe o mar não leve embora essa dor,
quem sabe a luta contra a solidão não tenha
sentido nesse mergulho.
Essa dor é tão forte e tão profunda . . .
Por favor mar há leve com a maré
e me traga esperança quando o sol vier.




Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

2 comentários:

Rita Costa disse...

Belo poema, André!
Bom vêr que a poesia por aqui anda de vento em popa.:)

Parceiro,... o link de meu blog " Alma de Poesia" mudou.
Agora está no seguinte endereço: [ www.almadepoesia2007.blogspot.com ]

Se puder atualizar, ficarei muito contente e desde já te agradeço.

Um abraço!

Geyza disse...

muito lindo... bom se tudo fosse apenas no sentido figurativo... se mares levassem embora as dores...